Mesa de Bar

Lugar pra se falar sobre tudo e sobre o nada.

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

Sóbria, a maior parte do tempo. Na mesa de um bar me torno mais corajosa, mais sensível, mais emotiva, mais generosa. No bar e com umas cervejas a mais, as dúvidas se dissipam, as certezas afloram, as tristezas caem fora e a alegria reina. Sim, na mesa de um bar eu sou uma pessoa melhor do que fora dela.

sexta-feira, fevereiro 29, 2008

Feminismo e falecimento

Gosto da frase: “não sei o que é feminismo, mas as pessoas me chamam de feminista sempre que expresso sentimentos que me diferenciam de um capacho ou de uma pr0stituta”. Não lembro o nome da autora.

Que palavras nossa sociedade usaria para descrever uma mulher que colocasse em seu carro um adesivo com os dizeres: “Desculpem rapazes, mas só namoro milionários”?
Poota, pist0leira, piragna são algumas que me ocorrem, pra ficar só na letra P já que existe uma infinidade de outras com significado similar.

O interessante é que não existem palavras pejorativas semelhantes nem em quantidade equivalente para designar o homem que adesiva seu carro com isso: “Sorry girls, I only date models.” Sim meninas, eu vi! Um carro cujo preço deve bater nos 6 dígitos e dirigido por um ser com no máximo 6 neurônios.

Modelo eu fosse, a ele eu diria: “Sorry guy, I only date men, not worms.”
///---///---///---///

Mal ponho os pés no laboratório e já me atiram com a pergunta:
"Sabe quem morreu?"
Fico logo com medo, o coração pula e se aperta. Me dão o nome de uma conhecida, com quem eu nem tinha muito contato, mas que era uma pessoa bem bacana. Fiquei triste e aborrecida. Imagina, uma menina de 28 anos, recém-casada, acabou de entrar no doutorado, acabou de passar num concurso importante, cheia de planos, bonita, inteligente, dedicada. Tem tanta, mas tanta, gente ruim no mundo e logo ela vai pegar hepatite e morrer? Que droga.

6 Comments:

Blogger Carol said...

Meg,post especial pra você no meu blog.Realmente,tem homem que era melhor nem ter nascido.Grande Beijo

2/29/2008 4:05 PM  
Blogger Rubão said...

Se leitores fossem, ela provavelmente amaria Paulo Coelho. O cara, Mônica Veloso.

Separados pelas preferências, unidos pelo mau-gosto, perfeitos um para o outro!

2/29/2008 5:50 PM  
Anonymous Leo said...

Meg, a condição de idiota independe do sexo. A cretinice os assemelha mais que os cromossomos. E eles já não têm vergonha de declará-la aos quatro ventos ou mesmo estampá-la em adesivos. Eles venceram...

2/29/2008 6:44 PM  
Blogger Vivien Morgato : said...

Meg,vc viu esse adesivo?? uma vez escutei de um namorado a seguinte frase:" eu sempre pensei que fosse namorar uma modelo...e olha..acabei namorando...vc".
tóim.
beijos.

3/01/2008 11:10 PM  
Blogger MegMarques said...

Vivien, não brinca?! O cara te disse isso?! Ai, a gente escuta cada uma...
Quanto ao adesivo, vi sim, semana passada, lá no Belvedere, bairro chique aqui de BH, pode?!

Leo, vc tá certo, idiotice independe de sexo, credo, idade, nacionalidade. Mas eu tenho fé na humanidade, espero que um dia a inteligência e o bom-senso valham alguma coisa!

beijos

3/04/2008 8:01 AM  
Anonymous Alena said...

O pior é a Vivien ter acabado namorando com ele...

Merece a série "este pretendente eu não pretendo".

Valha-me!

3/07/2008 7:56 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home