Mesa de Bar

Lugar pra se falar sobre tudo e sobre o nada.

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

Sóbria, a maior parte do tempo. Na mesa de um bar me torno mais corajosa, mais sensível, mais emotiva, mais generosa. No bar e com umas cervejas a mais, as dúvidas se dissipam, as certezas afloram, as tristezas caem fora e a alegria reina. Sim, na mesa de um bar eu sou uma pessoa melhor do que fora dela.

segunda-feira, março 30, 2009

Hoje tá osso

Adoro meu trabalho, mas tem dia que as coisas emperram. Vontade de abrir a janela e dar um grito lá pra fora de pura frustração...
///---///---///---///

É relativamente comum por aqui ver mulheres chorando pelos corredores, ou no banheiro, ou entre as vagas do estacionamento. Uma bolsa que não foi concedida, um projeto não aprovado, um concurso falhado, sei lá. Hoje foram duas. Eu mesma já andei por aí pelo campus com olhos inchados e nariz pingando. Homens, nunca vi. Provavelmente choram mais bem escondidos ou, em vez de lágrimas, manifestam seu desapontamento de forma agressiva. Esses, eu vejo bastante.
///---///---///---///

Uma das minhas turmas deste semestre é ótima! Ando supermotivada em ir pra sala de aula ficar com eles.

2 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Fazer ciência num ambiente hostil como o nosso é muito frustante.
Posso dizer que é mesmo perigoso.
As estatísticas oficiais são muito bem escondidas, nunca consegui encontrar.
Durante os 5 anos do meu doutorado, em todos os semestres, houve pelo menos uma morte entre os pós graduandos, algumas de suicídio, quase todas as doenças fatais eram daquelas com uma componente devida a estresse e houve várias depressões não fatais.

3/30/2009 4:53 PM  
Blogger Vivien Morgato : said...

Eu tb estou com duas turmas maravilhosas, fico animada em saber que vou encontra-las.
***
Eu tb já dei umas choradas, aquelas que vc fala e a cara torce e o choro vem, ainda que vc se finja de forte, sacumé?
Mas pela Unicamp, imitava seus colegas homens. Não com a agressividade, mas com o choro contido, engolido e mudo.
***
Se eu pudesse abrir uma janela e grita, hoje, vc ouviria dai....rs

beijos.

3/31/2009 11:15 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home