Mesa de Bar

Lugar pra se falar sobre tudo e sobre o nada.

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

Sóbria, a maior parte do tempo. Na mesa de um bar me torno mais corajosa, mais sensível, mais emotiva, mais generosa. No bar e com umas cervejas a mais, as dúvidas se dissipam, as certezas afloram, as tristezas caem fora e a alegria reina. Sim, na mesa de um bar eu sou uma pessoa melhor do que fora dela.

segunda-feira, fevereiro 22, 2010

Grand Torino



Vi esse filme há um bom tempo atrás e me incomodou muito. E continua a incomodar quando leio elogios desbragados ao velho Clint bancando o Charles Bronson. Porque eu odiei muito. E devo ter sido a única a odiar, já que só li críticas positivas. Mas achei um dos filmes mais preconceituosos de todos os tempos.
A única leitura que consegui fazer desse filme foi:
"Latinos, negros e orientais são um bando de pobres coitados sem qualquer capacidade de auto-organização (a não ser para formar gangues), inclinados ao crime e à degeneração. Eles precisam da proteção, dos conselhos e da tutela dos brancos-protestantes-anglo-saxônicos. Para seu próprio bem, claro."
E então o grande herói branco-protestante-anglo-saxônico se sacrifica por uma dessas racinhas inferiores. Ô, como os militares norte-americanos são bonzinhos!
E a grande trapaça psicológica do filme: o grande herói é incapaz de estabelecer vínculos afetivos com sua própria família; seus netos adolescentes mal o conhecem, não o respeitam, nunca ouviram suas histórias, nunca receberam dele atenção, ternura ou carinho de avô e, portanto, óbvio, também não têm nada disso para oferecer-lhe. Mas, magic moment, ele é capaz de se afeiçoar a uma família estrangeira e de cultura totalmente díspar, a quem inicialmente despreza.
Então tá.

13 Comments:

Blogger Fefê said...

Meg, dá cá a mão, colega. Eu tb não gostei nada desse filme. E até te ler, não havia encontrado ninguém com quem compartilhar esse incômodo...
Fefê

2/22/2010 3:46 PM  
Blogger Lulis said...

Humm nunca o assisti, mas fiquei com vontade depois de ler sua crítica.

2/22/2010 8:37 PM  
Blogger Rubão said...

Bullseye!

2/23/2010 9:37 AM  
Anonymous Anônimo said...

Adorei seu comentário ... Se não tivesse lido o comentário juraria que você estava falando de Avatar. Bjos e você escreve divinamente bem ... Robson/SJCampos

2/23/2010 11:42 AM  
Anonymous Anônimo said...

Pensei o mesmo quando vi, mas nãotinha ninguém a quem contar!

2/27/2010 8:26 AM  
Blogger Alex Castro said...

gracas a deus. pensei q estava soh. alem de preconceituso, cliche puro

3/03/2010 8:01 AM  
Blogger MegMarques said...

Este comentário foi removido pelo autor.

3/03/2010 9:58 AM  
Blogger MegMarques said...

Tão vendo como é bom se expressar quando não se concorda com o mainstream? A gente descobre que há mais gente esquisita como nós, hehehe

Robson, vc tá certo. Avatar é o mesmo tipinho de história, eca...

3/03/2010 9:59 AM  
Blogger Dai said...

Amei demais mesmo, caí no blog por acaso e estou feliz com tanta identificação (aliás, também achei o furta-cor de avatar uma genuína expressão da cafonice). Abraço.

3/04/2010 10:05 AM  
Blogger MegMarques said...

Dai, fico feliz que tenha gostado do blog, volte sempre!

3/04/2010 12:59 PM  
Blogger Vitor Ferreira said...

Eu também detestei esse filme, e escrevi sobre ele no meu blog ano passado. O que me gerou diversos comentários de ódio contra a minha pessoa...

3/04/2010 3:25 PM  
Blogger MegMarques said...

Vítor, não é incrível como as pessoas são incapazes de discordar numa boa?

3/04/2010 3:47 PM  
Blogger Vitor Ferreira said...

Mas eu também tive que debochar do filme... Já que ele me irritou, eu tinha que me divertir com ele de alguma forma. Essa foi a principal razão da ira alheia, creio eu.

Eis o link: http://vitormcz.blogspot.com/2009/01/seo-cinema-crtica-gran-torino.html

3/04/2010 3:49 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home