Mesa de Bar

Lugar pra se falar sobre tudo e sobre o nada.

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

Sóbria, a maior parte do tempo. Na mesa de um bar me torno mais corajosa, mais sensível, mais emotiva, mais generosa. No bar e com umas cervejas a mais, as dúvidas se dissipam, as certezas afloram, as tristezas caem fora e a alegria reina. Sim, na mesa de um bar eu sou uma pessoa melhor do que fora dela.

terça-feira, março 23, 2010

Diário da Grávida

São os hormônios, tem que ser.
Às 10:00 da noite, mal consigo abrir os olhos de tanto sono.
E acordo toda a madrugada às 4:00. E não durmo mais.
///----///---///---///

Enjôo, 24 horas por dia.
Se estou com fome, piora.
Quando acabo de comer, piora também. Até chá de camomila me enjoa.
///---///---///---///

Nos momentos de stress, reviro a bolsa à procura de cigarros. Não tem. Ainda bem que não tem.
///---///---///---///

Nas outras gravidezes também foi assim: dia de ultrassom é um marco histórico!
Mal posso esperar, só penso nisso!
///---///---///---///

E o enxoval do baby? E o enxoval da grávida? E os móveis, o quartinho?
Até agora nem pensei. Só quando a barriga despontar.
///---///---///---///

Barriga ainda não cresceu, mas a cintura quase sumiu.
Não pareço grávida, pareço quadrada.
///---///---///---///

Não posso beber, não posso fumar, não posso carregar peso, fazer força, dormir tarde, ficar cansada, comer qualquer coisa...
Não estou me divertindo muito, caso queiram saber.
///---///---///---///

Resmungona, eu?!

7 Comments:

Blogger Keylla Amelotti said...

Não, resmungona não. No primeiro filho a gente fica feliz, tudo é novo, tudo é lindo, passa. No segundo, bom, vc já passou por isso, mas sabe que cada uma é uma, então fica a curiosidade, sobre o que veio e nao vem mais e sobre o que não veio e veio antes. Na terceira....ai, que saco. Vamos passar logo pro parto, please??

3/23/2010 11:41 AM  
Blogger Rubão said...

De nada, meu bem.

3/23/2010 4:53 PM  
Blogger K said...

Eu sempre achei difícil minhas gravidezes mesmo enjoando pouco ou nada .Durmia pouco ao contrário do meu normal que era dormir muito.E pra falar a verdade, nunca mais dormi como antes.
Mas passa, né ? E no final sempre vale muito a pena !

3/24/2010 1:42 PM  
Anonymous Anônimo said...

Meg, fiquei felicíssima com a notícia!
Atualmente acompanho os posts na surdina mas desta vez não deu pra esconder a alegria!!!
Beijos
Lili

3/24/2010 3:03 PM  
Anonymous Anônimo said...

Aproveite: enquanto estão na barriga é quando dão menos trabalho...

3/25/2010 10:06 AM  
Anonymous Anônimo said...

Filhinha
Ainda tenho cá em casa lençóis, cobertores, colchas de berço, bonitos, do enxoval de bébé do teu irmão João, algumas roupinhas de recordação de cambraias de linho fiado á mão, bordadas e rendadas, do enxoval do meu avô Luciano e uma cadeirinha alta para dar de comer a bébés.
Queres?

3/25/2010 10:23 AM  
Anonymous Anônimo said...

Filhinha
Sobre nomes: adoraria um com José, em minha homenagem e por haver vários Josés na minha família.
Gosto do nome do meu avô materno: José Inácio.

3/25/2010 10:27 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home