Mesa de Bar

Lugar pra se falar sobre tudo e sobre o nada.

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

Sóbria, a maior parte do tempo. Na mesa de um bar me torno mais corajosa, mais sensível, mais emotiva, mais generosa. No bar e com umas cervejas a mais, as dúvidas se dissipam, as certezas afloram, as tristezas caem fora e a alegria reina. Sim, na mesa de um bar eu sou uma pessoa melhor do que fora dela.

terça-feira, julho 31, 2012

Mais das férias

Mais uma coisa bem legal que fizemos nestas férias foi visitar a exposição de Caravaggio, promovida pela Casa Fiat de Cultura. As meninas não ficaram especialmente impressionadas, (acho que apreciação estética exige alguns anos de maturidade) mas se interessaram pelo que estavam vendo e pela história dos personagens retratados. Acho que sempre vale a pena expô-las ao que há de mais significativo em termos de arte para apurar o gosto e cultivar a vontade de conhecimento desde pequenas.


A exposição já está sendo levada para São Paulo, depois de bater records de público em BH. Não eram muitas as telas do Caravaggio, umas sete no total. E mais uma dúzia, talvez, dos seus seguidores em estilo que eu não achei assim muito fantásticos, não.

Ao mesmo tempo, no mesmo local, havia a exposição de Giorgio de Chirico, com um grande número de telas e várias esculturas. Apesar da maior estranheza, parece que as meninas gostaram mais desta exposição, fizeram mais perguntas, acharam um certo sentido de humor nas paisagens bizarras e nas desproporções.



Mais uma vez, museus e galerias se mostraram uma boa opção para entretenimento infantil, ao contrário do que prega o mainstream, com seus shoppings lotados, ambientes de recreação com música alta, pouca interação social e brinquedos caros. Passamos uma manhã muito agradável e tranquila, andando de um lado para o outro, vendo quadros e conversando baixinho.

4 Comments:

Blogger Rubão said...

Nessa, eu sobrei!

8/01/2012 10:30 AM  
Anonymous Anônimo said...

eu sempre levei vcs a museus e achei que gostavam muito! Minha mãe quase todas as quartas feiras à tarde punha-nos aos 7 no carro e levava-nos a um museu, monumento, exposição, ect, era sempre interesante e agradável. Só deixei de ir quando entrei para a universidade, porque deixei de ter as quartas feiras livres. não sei porquê mas não havia aulas às quartas feiras à tarde.

8/02/2012 2:18 PM  
Anonymous Flávia Morais said...

Uia Meg, ontem mesmo entrei no site do Espaço Tim e dei uma conferida nos horários do planetário, tô querendo levar as crianças!
Bj.

8/10/2012 8:55 PM  
Blogger K said...

Depois de quase uma hora na fila debaixo de chuva, entramos no museu e Marc reclamou: - Não acredito que viemos aqui para isso!
Mas menos de uma semana depois, leu uma referência a Caravaggio na Turma da Mônica e ficou feliz de saber do que se tratava.
Antes da visita ao museu,li a biografia e contei a eles os fatos que pudessem chamar mais atenção para despertar o interesse.

Como não temos carro,vamos até a Praça da Liberdade e la pegamos o transporte gratuito da Casa Fiat.Quando é uma exposição de sucesso, como a de Marc Chagal por exemplo, chegamos a ficar horas na fila esperando pela van.Contudo sempre achei que valesse muito a pena.

Shopping pode ser muito bom também.Ontem fomos ver o filme Lola com a sua sosia,Demi Moore.Como o filme so começaria bem mais tarde, passamos horas no café da Fnac lendo os livros que haviamos comprado. ; )

8/16/2012 6:19 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home