Mesa de Bar

Lugar pra se falar sobre tudo e sobre o nada.

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

Sóbria, a maior parte do tempo. Na mesa de um bar me torno mais corajosa, mais sensível, mais emotiva, mais generosa. No bar e com umas cervejas a mais, as dúvidas se dissipam, as certezas afloram, as tristezas caem fora e a alegria reina. Sim, na mesa de um bar eu sou uma pessoa melhor do que fora dela.

quarta-feira, abril 25, 2012

Itinerário parisiense V

Sexto dia:

-Museu do Quai Branly. Onde dialogam as culturas. É um museu relativamente novo, inaugurado em 2006, muita gente não ouviu falar dele ainda, mas foi um dos lugares que mais me emocionou. O local é todo dedicado à diversidade cultural do mundo e expõe objetos das mais variadas sociedades e civilizações das Américas, Oceania, África e Ásia. Por fora, um edifício bem modernoso e por dentro amostras de instrumentos musicais, arte funerária, máscaras, itens religiosos, peças de vestuário, etc. Coisa pra visitar sem pressa, passar quase o dia todo.

-Trocadero. O museu fica na região do Trocadero, onde também está a T. Eiffel e sua indefectível legião de turistas. Passeamos por ali, curtimos a vista, as praças e jardins, os muitos artistas de rua que se apresentam por todo o lado.



- Museu de Arte Moderna, no Palácio de Tóquio (não confundir com o Centro Pompidou). Como disse mon amour: "eu quero denunciar uma roubada."  Arte moderna, vocês sabem como é, algumas coisas bacanas no meio de um bocado de picaretagem, como pinceladas brancas sobre tela:



Esta é uma das obras que está exposta, no kidding.
















Mas uma coisa ou outra se salvou. Matisse, por exemplo. E só.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home