Mesa de Bar

Lugar pra se falar sobre tudo e sobre o nada.

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

Sóbria, a maior parte do tempo. Na mesa de um bar me torno mais corajosa, mais sensível, mais emotiva, mais generosa. No bar e com umas cervejas a mais, as dúvidas se dissipam, as certezas afloram, as tristezas caem fora e a alegria reina. Sim, na mesa de um bar eu sou uma pessoa melhor do que fora dela.

sexta-feira, novembro 21, 2008

Bad Vibes

Uma onda de azar e acontecimentos malsãos anda engolfando a mim e ao Boêmio. Nada de ruim entre nós, mas parece que o mundo quer nos ver debaixo da ponte.
Alguém aí andou botando olho gordo na nossa felicidade? Pois faça o favor de pingar colírio diet.
Somos um casalzinho do bem e não incomodamos os outros.
Eu, absolutamente cética, ando pensando em tomar banho de arruda e sal grosso. De preferência com ele junto, numa jacuzzi enooorme.

8 Comments:

Blogger Rubão said...

Hahahahahahahaha! Apesar de tudo, amor, cê me faz sorrir. Tanks.

11/21/2008 10:25 AM  
Blogger Paty Caetano said...

Saravá, meu pai!
Desejo as melhores e maiores good vibes pra vocês, amore!!

11/21/2008 10:33 AM  
Blogger  said...

Toc toc toc! Três vezes na madeira!

E muitas felicidades aos pombinhos! : )

11/21/2008 12:15 PM  
Blogger Fefê said...

Vibrações positivas pro casal mais fofo do mundo blog. Faça uma oração singela pro anjo-da-guarda : "Cada casa tem um canto, cada canto tem um anjo, em nome do Pai, do Filho e do Espírito
Santo...". Coloque pétalas de rosas brancas em água fervente e depois de esfriar tome o banho de rosas. Pode ser a dois e na jacuzzi, viu ?
Beijo

11/21/2008 12:57 PM  
Anonymous Leo said...

Meg, fala igual ao Silvio Santos:
— Sai pra lá, sai pra lá! Hahaiiii.

11/21/2008 5:53 PM  
Blogger Cynthia said...

Vai fundo no sal grosso, Meg. Se não fizer bem, mal não faz. Na festa do meu "noivado/despedida de solteira/chá de panela e bar" (sei lá o que foi aquilo), na chácara do meu pai, TODAS as pimenteiras que de manhã estavam belas, frescas e cheias de pimentinhas, no final do dia apareceram tão secas que as folhas viravam pó ao toque. Dias antes e dias depois, nós dois batemos os carros, os canos do apartamento estouraram e mais alguns incidentes de que já nem me lembro bem aconteceram. Pode ser coincidência, mas que é fato que às vezes a felicidade da gente incomoda os outros, isso é. Yo no creo en brujas, pero...

;o)

11/22/2008 12:34 AM  
Blogger Isa said...

Meg, e eu que encontrei o Rubão aqui na porta do serviço ontem? E descobrimos que a gente trabalha no mesmo prédio :o)
E descobrimos que ele trabalha aqui ha 7 anos e eu ha 12 anos. Modos que ficamos 7 anos sem nunca termos nos encontrado antes, dá prá acreditar?

Beijos, querida.

Isabella.

11/25/2008 10:31 AM  
Blogger MegMarques said...

Ele me contou, Isa! Morri de rir!
Santa coincidência!

11/25/2008 12:10 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home