Mesa de Bar

Lugar pra se falar sobre tudo e sobre o nada.

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

Sóbria, a maior parte do tempo. Na mesa de um bar me torno mais corajosa, mais sensível, mais emotiva, mais generosa. No bar e com umas cervejas a mais, as dúvidas se dissipam, as certezas afloram, as tristezas caem fora e a alegria reina. Sim, na mesa de um bar eu sou uma pessoa melhor do que fora dela.

sexta-feira, agosto 27, 2010

Evitando o olho gordo

Quando a gente fica fazendo muita propaganda da própria felicidade, inevitavelmente, gera invejinhas. Para evitar que o mundo ache que sou despropositalmente afortunada e agoure a nossa alegria de viver, vou enumerar alguns defeitinhos da casa nova que só após a mudança fomos descobrir:

-só bate sol em uma lateral do apartamento e apenas nas primeiras horas da manhã.

- a casa é fria, muito, muito, fria. Minha mãe esteve lá uma noite e, no dia seguinte, voltou com um aquecedor elétrico para nos dar de presente.

- a garagem é apertadíssima para manobrar. Nada de carrões naquele prédio, simplesmente não entram. Quando eu trocar de carro o principal critério de seleção vai ser o tamanho. O carro da vizinha tem a lateral toda esbagaçada de tanto esbarrar nas pilastras.

-o síndico é meio mala e pouco pró-ativo. Monte de coisinhas pra arrumar no prédio e ele só diz que não há verba.

- as tomadas elétricas estão mal-colocadas (ou é a disposição dos nossos móveis que está pouco convencional?). Precisamos de extensão pra quase tudo.

Mas, ò, o antigo morador esteve lá para pegar a correspondência e ficou de queixo caído com a reforma!
///---///---///---///

Para ficar tão linda e gostosa quanto a casa, a dona da casa está pensando em malhar em academia. Aí fui fazer levantamento de atividades, preços e horários em academias perto de casa e perto do trabalho. Só de pensar em fazer ginástica já me deu canseira, já me sinto mais magra e sarada.
Será que preciso mesmo frequentar as aulas?

3 Comments:

Blogger Keylla Amelotti said...

Olha, Meg, vou te dizer: Vá sim. Vou falar um clichezão, mas o fato é que depois que a gente começa, passa a necessidade estética e começa a fisiológica. A gente se sente melhor mesmo, mais do que mais gostosa. Pelo menos comigo foi assim.

8/27/2010 11:26 AM  
Blogger Tina Lopes said...

Que tal correr, Meg? Bora!

8/27/2010 11:58 AM  
Blogger MegMarques said...

Megunaíma deita na rede e diz:
-Ai, que preguiça.

8/27/2010 5:21 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home