Mesa de Bar

Lugar pra se falar sobre tudo e sobre o nada.

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

Sóbria, a maior parte do tempo. Na mesa de um bar me torno mais corajosa, mais sensível, mais emotiva, mais generosa. No bar e com umas cervejas a mais, as dúvidas se dissipam, as certezas afloram, as tristezas caem fora e a alegria reina. Sim, na mesa de um bar eu sou uma pessoa melhor do que fora dela.

sexta-feira, março 02, 2012

Emoções na madrugada!

E aí que eu acordo às duas da madruga com o meu amor indo dormir. Desperta e acesa, fui beber água, fui no banheiro, andei pela sala, essas coisas que os insones fazem, e fui fumar na janela. E vi: na garagem do prédio vizinho, dois sujeitos se movimentando de maneira suspeita e um leve barulho metálico. A princípio podiam ser moradores, chegando tarde da noite, ou saindo de viagem, ou trocando pneu do carro, ou qualquer coisa (mas às duas da manhã?!). Mas tava muito esquisito: eles se abaixavam entre os carros como se escondendo, não agiam como um inocente morador agiria.

Chamei o Rubão, ele foi ligar pra polícia enquanto eu procurava no streetview o número do prédio e tentava achar o telefone de algum morador. Ligamos pra lá (imaginem o susto de ser acordado de madrugada com um desconhecido te avisando que seu prédio foi invadido por dois malandros) e começou um fuzuê que só acabou agora às sete desta manhã.

Teve polícia cercando prédios e lotes, teve helicóptero iluminando tudo do alto, teve homens dando batida no meio do matagal do lote vago, teve lançamento de granada, teve até um tiro (que felizmente não acertou ninguém). E eu e o Rubão assistindo tudo de camarote, do alto.

O que mais me impressionou foi a agilidade dos dois rapazes. A garagem do prédio vizinho está sobre um pilotis a, sei lá, uns 20 metros de altura do solo. Ao lado de um dos pilares, há um grande cano de água ou esgoto que sobe por toda essa altura. Pois foi agarrados ao cano que os dois moços desceram até uma das vigas e dessa até o chão, com o risco de quebrarem o pescoço em caso de queda. Fico pensando que com essa agilidade, força, equilíbrio, etc. eles podiam muito bem estar fazendo sucesso num Circo do Soleil ou coisa assim.

Desperdício de matéria humana e de talentos: viraram ladrões.

1 Comments:

Blogger Rubão said...

A cena do cara rolando morro abaixo ficou gravada no HD.

3/02/2012 5:13 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home