Mesa de Bar

Lugar pra se falar sobre tudo e sobre o nada.

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

Sóbria, a maior parte do tempo. Na mesa de um bar me torno mais corajosa, mais sensível, mais emotiva, mais generosa. No bar e com umas cervejas a mais, as dúvidas se dissipam, as certezas afloram, as tristezas caem fora e a alegria reina. Sim, na mesa de um bar eu sou uma pessoa melhor do que fora dela.

sexta-feira, fevereiro 24, 2012

No carnaval, em João Pessoa.

João Pessoa, com a graça de Deus, não tem carnaval no Carnaval. Não tem multidões enlouquecidas de cerveja e música ruim pelas ruas. Não tem trio elétrico, cheiro de urina, bagunça. Quem é de lá, e gosta de carnaval, comemora uma semana antes, num carnaval temporão, e vai depois fazer estripulia nas capitais vizinhas: Recife, Natal, etc.

Nós fugimos da folia e queríamos ficar mais quietos, ir para a praia, dormir depois do almoço, ter paz e tranquilidade. Alugamos um apartamento e:

-comemos muito camarão, charque, carne de sol, feijão de corda, pitomba, rubacão, arrumadinho, tapiocas doces e salgadas, litros de água de côco e mais ainda de cerveja;

(Rubacão, um cozido de arroz e feijão de corda, tipo baião-de-dois, com carne de sol ou charque ou camarão)

(tapioca, uma panqueca crocante de farinha de mandioca com recheios variados)

-fomos à praia todos os dias;

(Praia de Tambaú, em João Pessoa)

-fizemos um passeio de barco até umas piscinas naturais de coral em Picãozinho, passeio este que não recomendamos (meio farofa, piscinão de Ramos style);

(Picãozinho, próximo à praia de Tambaú)

-estivemos em Ponta do Seixas, o ponto mais oriental das Américas;

(o farol de Ponta do Seixas)

-praticamos naturismo em Tambaba (!!!!);

(Praia de Tambaba, uma quebrada longe da cidade, onde só se entra pelado)

-conhecemos o centro histórico da terceira capital mais antiga do país;


-e a Estação Ciência, Cultura e Artes do Niemeyer, onde havia uma série de exposições permanentes ou temporárias;


-paparicamos, beijocamos e brincamos muito com o Pedrinho, sobrinhozinho mais delícia do mundo;

-não tiramos fotos. Eu esqueci o carregador de bateria da minha máquina e só lá me dei conta de que estava totalmente descarregada. Paciência. Uma amiga tirou umas pouquinhas fotos e vai nos mandar. Mostro depois, só pra comprovar que realmente lá estivemos.

2 Comments:

Anonymous Mariana said...

ADORO pitomba. E tapioca também. Mas tapioca tem por aqui. Pitomba... não.
Só por aí essa viagem já foi boa demais.

2/27/2012 11:15 AM  
Blogger Tina Lopes said...

Meu deus, tapioca de manhãzinha, com café e manteiga, é meu café-da-manhã favorito, ainda mais com aquelas frutas de uma doçura que só existe no Nordeste.

2/27/2012 1:51 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home