Mesa de Bar

Lugar pra se falar sobre tudo e sobre o nada.

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

Sóbria, a maior parte do tempo. Na mesa de um bar me torno mais corajosa, mais sensível, mais emotiva, mais generosa. No bar e com umas cervejas a mais, as dúvidas se dissipam, as certezas afloram, as tristezas caem fora e a alegria reina. Sim, na mesa de um bar eu sou uma pessoa melhor do que fora dela.

terça-feira, abril 01, 2008

De mal a pior

Eu estava com uma tromba enorme por causa do pneu furado. Até chegar à borracharia. Quem me atendeu foi um velhinho mínimo, curvado, andar claudicante, arrastando os pés. Parecia que mal dava conta de segurar a chave de roda quanto mais trocar o pneu. Quase me ofereço para ajoelhar no asfalto e tirar eu mesma.

Não sou de puxar assunto com desconhecidos, mas quando alguém começa uma conversa escuto com prazer as histórias que têm a contar. Pois o velhinho me disse que tinha machucado um dos pés há pouco tempo. Foi atacado por um cachorro de rua quando chegava de manhãzinha para o trabalho e o animal estraçalhou-lhe o tendão: “o bicho mordeu oito pessoas aqui da vizinhança antes do corpo de bombeiros o pegar com uma rede. E eu fiquei aleijado pro resto da vida porque o SUS não paga a cirurgia.”

De emburrada fiquei envergonhada. Com tanta desgraça e miséria, um pneu furado lá é motivo pra amarrar a cara? E fiquei morrendo de dó daquele senhor. A essa altura da vida ainda tem que trabalhar e ainda por cima lhe acontece uma dessas. O mundo está todo errado: o SUS que não cobre cirurgias importantes, os donos de cachorro que os abandonam, a prefeitura que não os recolhe e eu que não faço nada a respeito de nada disso.

Moral lá em baixo.

2 Comments:

Blogger Rubão said...

Linda, fique bem. Sem pretensão de consolo, mas me fraternizo com suas dúvidas e anseios. E compreendo.
Beijos,
r

4/01/2008 3:15 PM  
Anonymous Simone said...

Nossa, soco no estômago!

4/01/2008 5:36 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home