Mesa de Bar

Lugar pra se falar sobre tudo e sobre o nada.

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

Sóbria, a maior parte do tempo. Na mesa de um bar me torno mais corajosa, mais sensível, mais emotiva, mais generosa. No bar e com umas cervejas a mais, as dúvidas se dissipam, as certezas afloram, as tristezas caem fora e a alegria reina. Sim, na mesa de um bar eu sou uma pessoa melhor do que fora dela.

terça-feira, novembro 25, 2008

Vilões

Há falta de bons vilões no cinema. Vilões daqueles de antigamente, que não hesitavam em destruírem tudo, inclusive eles mesmos, para conseguirem seus objetivos. E os objetivos eram sempre grandiosos: conquistar o mundo inteiro, mudar o rumo da história, implantar uma ideologia absoluta, fanatizar a humanidade, tornar-se Rei e Senhor do Universo.

O vilão de cinema de hoje quer apenas ganhar muito dinheiro, como qualquer um. Que vulgaridade!

4 Comments:

Blogger Rubão said...

Acho que atualmente o melhor (ou pior) vilão que temos é a nefasta BHTrans. É uma organização tão do mal, mas tão do mal, que é de dar inveja a qualquer Quantum, Scorpion, Hidra ou às hordas diabólicas do Dr. Fu Manchu.

11/25/2008 12:31 PM  
Blogger MegMarques said...

É verdade! Eles querem trazer o caos e a desordem ao mundo e não hesitam em aplicar os métodos mais cruéis para infligir sofrimento, desorientação e horror ao cidadão comum.

11/25/2008 1:27 PM  
Anonymous Francisco said...

O coringa do novo Batman é uma exceção. Perverso, mal e ruim seu único objetivo é espalhar o caos pelo mundo. Tem uma cena que ele chega a queimar o dinheiro dos assaltos a banco.

11/27/2008 7:04 PM  
Blogger Rubão said...

O Coringa tá mesmo horripilante, impactante. Além de representar um ponto-de-vista, sei lá, niilista, o bicho É o filme. Mas sua irmã não vai ver isso, não, Chicovsky.

12/01/2008 2:39 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home