Mesa de Bar

Lugar pra se falar sobre tudo e sobre o nada.

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

Sóbria, a maior parte do tempo. Na mesa de um bar me torno mais corajosa, mais sensível, mais emotiva, mais generosa. No bar e com umas cervejas a mais, as dúvidas se dissipam, as certezas afloram, as tristezas caem fora e a alegria reina. Sim, na mesa de um bar eu sou uma pessoa melhor do que fora dela.

segunda-feira, maio 11, 2009

A Mãe Perfeita*

"Busca crianças na escola com sorriso radiante, distribui beijos e abraços. No carro, conversa sobre o dia que passou, ouve casos e relatos com atenção, sem perder o cuidado com o trânsito. Com voz firme, mas controlada, põe fim às escaramuças e implicâncias entre irmãozinhos que se estapeiam.

Na passada rápida ao supermercado não se deixa convencer a comprar milhares de guloseimas, mas explica com lógica e segurança a importância de se comer legumes e verduras. Já em casa, acompanha os deveres de casa sem dar respostas prontas mas estimulando o raciocínio e a criatividade infantis. Com sabedoria e carinho, contorna a birra e a pirraça dos jovenzinhos que não querem tomar banho, assegurando uma higiene perfeita. Rapidamente, prepara uma refeição nutritiva, balanceada e saborosa que os filhos comem com gosto e sem reclamação.

Tem energia para brincar de casinha, pega-pega, cabra-cega ou o que as crianças quiserem. Na hora de dormir, conta historinhas, traz copos d'água, ensina orações ao anjinho da guarda e dá beijinhos de boa-noite. Verifica se os pijamas e as cobertas estão adequadas à temperatura da noite. Levanta a qualquer hora da madrugada, com cara boa, para atender a um pesadelo, uma sede ou uma vontade de fazer xixi repentinos.

Jamais ameaça com palmadas, jamais fala palavrões. Nunca perde a calma, a paciência ou as estribeiras. Nunca fica cansada."

* press release do novo modelo robótico "Mãe Perfeita/XX-02", versão 3.5, em breve no mercado. Indústrias Acme Ltda.
///---///---///---///

Filme: Feios, Sujos e Malvados de Ettore Scola.
Se o argumento é fraco e o roteiro mais ou menos, o jeito é dar uma de Fellini e apelar para o grotesco. Mantém a platéia acordada. Não que eu não tenha gostado, mas não recomendo: vocês podem ficar bravos comigo.
///---///---///---///

"E sentia-me tão triste como se acabasse de morrer-me um amigo, de morrer eu mesmo, de renegar um morto ou desconhecer um deus."
Proust

Lindo, não?
///---///---///---///

Após cinco páginas de descrições minuciosas das toaletes de Mme. Swann (golas denteadas, bordas picotada, gravatas escocesas, tafetás furta-cor, aletas sustidas em barbatanas, rendas volantes, percalinas, crepes-da-china, botõezinhos de cetim, pregas à Henrique II, gigots, crinolinas) com uma profusão de detalhes que tanto podem levar à confusão quanto ao tédio, penso que Proust devia ter sido estilista e não escritor.

Mas volto de novo às linhas d'À Sombra das Raparigas em Flor: muito estilo, pouca história. É um estilista, sem dúvida.

Não pensem que isto é uma crítica negativa. Estou amando muito sua busca pelo tempo perdido. tanto que já me angustia a idéia de terminar o segundo volume sem ter ainda a posse dos próximos.
///---///---///---///

Faz hoje nove anos que me tornei mãe. Parece que foi em outra vida aquele momento.
E foi.

No domingo, nos dedicamos a fazer a Laurinha feliz. Segunda-feira é um dia inóspito para aniversários.

1 Comments:

Blogger K said...

Feliz Aniversário pra Laura !

Estou com o primeiro volume do Proust aqui e sem ânimo de começar.

Mas falando em mãe perfeita, você viu a propaganda de uma operadora de telefonia móvel que fala que a mãe acorda de madrugada com bom humor ? Olha, acordar eu até acordo, mas com bom humor ?!

5/11/2009 10:50 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home