Mesa de Bar

Lugar pra se falar sobre tudo e sobre o nada.

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

Sóbria, a maior parte do tempo. Na mesa de um bar me torno mais corajosa, mais sensível, mais emotiva, mais generosa. No bar e com umas cervejas a mais, as dúvidas se dissipam, as certezas afloram, as tristezas caem fora e a alegria reina. Sim, na mesa de um bar eu sou uma pessoa melhor do que fora dela.

domingo, junho 12, 2011

Resumão de Roma

Primeiro dia:
Chegada, tomada de posse e reconhecimeto do apê, fazer compritchas de supermercado para café da manhã e jantar (almoço, sempre um lanche na rua. Aliás, experiência ótima essa de ir aos supermercados dos lugares! Queijos brie e emental com preço de queijo Minas aqui no Brasil! Vinhos excelente ao preço de cerveja!). Reconhecimento do bairro Trastevere, um dos lugares do mundo onde eu moraria feliz da vida!

Segundo dia:
Foro Romano
Palatino
Coliseu
Piazza Veneza- Monumento ao rei Vitorio Emanuelle
Museu Vitoriano-Exposição da pintora modernista Tamara de Lempicka
Monte Capitolio-escadaria do Michelangelo
Elefante de Bernini e seu obelisco
Pantheon
Area Sacra do largo Argentina

Terceiro dia:
Piazza del Popolo
Parque Borghese
Galeria de Arte Moderna
Museu Nacional Etrusco-Villa Giulia
Piazza della Republica
Igreja de Santa Maria della Vitoria (O êxtase de Santa Teresa D'Avila, de Bernini)
Piazza de Spagna
Igreja de Santa Trinita del Monte
Fontana de Trevi- esquecemos de jogar moedinha

Quarto dia:
Museus do Vaticano: Pinacoteca, Coleção de Arte Moderna, Aposentos dos Bórgia, Salas de Rafael, Capela Sistina, Museu Egípcio, coleção Pio Clementino, Galeria das Carruagens, das Tapeçarias, dos Mapas, etc, fomos a tudo, menos ao Museu Etnográfico e ao Museu Lapidário que estavam fechados ao público. Aos jardins também não fomos, já não tínhamos mais pernas.

Praça de São Pedro e Basílica.

Quinto dia:
Mercado das pulgas e feira de antiguidades,
Igreja Santa Maria de Trastevere,
Flanar pelo Trastevere
À noite, Teatro della Opera di Roma, assistir "A Batalha de Legnano"

Sexto dia:
Piazza Navona
Igreja de San Nicola
Piazza della Sapienza
Igreja Santa Maria Sopra Minerva
Igreja Santo Inácio de Loyola
Igreja San Luigi dei Francesi
Campo dei Fiore
Piazza Colonna- a coluna de Marco Aurélio
Piazza Montecitorio
Museu Leonardo da Vince- exposição interativa (pouco interativa, na verdade) "As grandes máquinas de Leonardo da Vince"

Sétimo dia:
Castelo Sant'Angelo
Termas de Caracala
Igreja de Santa Maria de Cosmedin
Boca da verdade
Templo de Portunus
Templo de Hércules
Ponte Roto
Isola Tiberina
Igreja de San Francesco in Apia

Oitavo dia:
Villa Borghese
Museu e Galeria Borghese
Flanar pelas praças já conhecidas

Nono dia:
Voltar pra BH.
Buáááááá


Nosso apê em Roma.

Trastevere, nosso bairro em Roma.

Piazza Navona

Boca da verdade. Diz a lenda que a boca se fecha na mão dos mentirosos. Então serve como um teste de fidelidade para os casais. Eu e o Boêmio passamos com louvor. Sei de gente que ficaria sem o braço.

Teto do Panteão.

4 Comments:

Blogger Rita said...

Oi, Meg.

Cheguei aqui via Tina Lopes. Estou louca para pegar dicas de hotéis com vocês. Faremos uma passagem rápida pela Itália no início de agosto. Será que podemos trocar figurinhas? Se você não se importar, aguardo contatinho:

estradaanil@gmail.com

Beijos e parabéns pela superviagem!

Rita

6/12/2011 1:14 PM  
Blogger Tina Lopes said...

Esse esquema de apartamento vai ser nossa próxima opção pra viajar, muito bom, né? MORRI com as fotos de vocês e agora sonho com Cinque Terre também. Sábado vi as fotos de Paris em maio, com sol até as 21h30, de uma amiga e concluímos que só o planejamento de outra viagem reduz a depressãozinho pós-viagem. Bjks!

6/13/2011 10:40 AM  
Blogger Rubão said...

Amore, esqueci de dizer: a foto do apê tá igual a propaganda dos anos 60, com uma dona de casa vendendo, sei lá, armários Todeschini. Hein?

6/13/2011 3:37 PM  
Blogger K said...

Dá vontade mesmo de não voltar né ?
Uma vez tive vontade de saltar do trem numa daquelas aldeiazinhas à beira da estrada, mudar de nome e nunca mais aparecer por aqui.Se não o fiz quando tive vontade , agora impossível.Desaparecer com dois filhotes junto é mais difícil.
Em julho estamos indo, eu e os bebês para uma pequena cidade praiana no norte da França chamada Veules-les-Roses.Espero que seja divertido e que faça sol.Com minha sogra junto o que menos importa é o clima e nem sempre tudo são flores.
Saudades de vocês

p.s. Estou devendo o presente de casamento, não me esqueci.

6/13/2011 7:13 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home