Mesa de Bar

Lugar pra se falar sobre tudo e sobre o nada.

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

Sóbria, a maior parte do tempo. Na mesa de um bar me torno mais corajosa, mais sensível, mais emotiva, mais generosa. No bar e com umas cervejas a mais, as dúvidas se dissipam, as certezas afloram, as tristezas caem fora e a alegria reina. Sim, na mesa de um bar eu sou uma pessoa melhor do que fora dela.

terça-feira, dezembro 04, 2007

Hoje de manhã

A %$#%&* do despertador não tocou.
Bibi entrou no quarto me chamando e olhei o relógio: eram 7:12h!
A aula das meninas começa às 7:30. Não deu tempo de fazer nada, só vestir as roupas e uniformes correndo. Ninguém penteou cabelo, escovou os dentes ou fez xixi em casa hoje de manhãzinha. As meninas foram tomando suco de caixinha e comendo biscoito no carro, de café da manhã.
Como a escola é pertinho, chegamos lá em tempo record: 7:25h!
Nada mal, 13 minutos para vestir uma adulta e duas crianças, improvisar um lanche, entrar no carro, andar 7 quanteirões.
Mereço uma medalha!
///---///---///---///

E teve um outro sonho interessantíssimo, mas não meu. Um colega, com quem eu nem tenho muito contato, sonhou comigo. Ele me contou que nós estávamos fazendo uma viagem de ônibus e o ônibus parou, ainda longe do nosso destino e não avançou mais. Os outros passageiros se conformaram e seguiram a pé, mas eu e ele começamos a vandalizar e destruir o ônibus, na maior revolta. Eu peguei uma marreta e quebrei todas as janelas enquanto ele arrancava as poltronas do lugar.

Fiquei besta com o sonho do menino! Logo eu, que sou a pessoa mais certinha, quieta e careta deste laboratório, fui escolhida pra protagonizar cenas explícitas de violência?! Será que o moço identificou em mim uma semente de rebeldia? Será que ele detectou traços reprimidíssimos de raiva profunda quando não chego ao fim esperado?

O mais provável é que não tenha nada a ver comigo, Meg, e sim uma elucubração, transferência, sei lá, do inconsciente dele.

3 Comments:

Blogger Rubão said...

Não sei bem por quê, mas esse sonho fez lembrar o barraco no final d'A Primeira Noite De Um Homem, com Ben e Elaine pegando o bus depois do maior auê na igreja. Ela, de noiva, ele, em farrapos. Sentam no fundão, pra então soltarem aquele olhar que acaba com a pureza de qualquer sonho e ilusão. Diabo de filme bão.
Abraço,
R

12/04/2007 5:57 PM  
Blogger ericog.alves said...

Olá MEGMARQUES!!! Lógico que pode. É um prazer estar na sua mesa de bar!
Nossa, fiquei bufando na primeira parte do seu post, e intrigado na segunda. Os sonhos são interessantes às vezes.
Até...

12/05/2007 2:56 PM  
Blogger Lili said...

Que correria, mas voc�s conseguiram bater um recorde.
Quanto ao sonho talvez ele tenha captado seu lado rebelde.

12/06/2007 4:25 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home